Contagem

web counter free

domingo, 22 de março de 2015

Manutenção Cada Vez Mais Perto

BOAVISTA FC - 1 CF BELENENSES -0
Primeira Liga 26ºJornada
 22 De Março de 2015 - 16H
Estádio do Bessa Século XXI 
Árbitro:Carlos Xistra(A.F.Castelo Branco)

GR:Mika         GR:Hugo Ventura
 DD:Brayan Beckeles(João Dias 59')   DD:Nélson(Tiago Caeiro 82')
 DC:Philippe Sampaio(Aaron Appindayoge 40') DC:Gonçalo Brandão
DC:Carlos Santos    DC:Mário Palmeira
DE:Afonso Figueiredo       DE:Filipe Ferreira
MC:Idrís Mandiang   MC:Ricardo Dias
MC:Reuben Gabriel MC:Carlos Martins(Tiago Silva 68')
MC:Marek Cech MC:Fábio Sturgeon
ED:Brito   EE:Miguel Rosa
EE:José Manuel(Léozinho 84')  ED:Fábio Nunes(Dálcio Gomes INT)
PL:Michael Uchebo  PL:Rui Fontes

Treinador:Petit                 Treinador:Jorge Simão

 Cartões Amarelos:Brayan Beckeles 2',Phillipe Sampaio 5',Michael Uchebo 20',Ricardo Dias 65' e Dálcio Gomes 75'.

Golos:Brito 54'.








Boavista FC e CF Belenenses encontram-se no Estádio do Bessa Século XXI em jogo referente a 26ºJornada da Liga Nós,tendo os axadrezados vencido pela margem mínima e praticamente garantido a permanência na Liga Nós para a próxima época.

O técnico axadrezado voltou a utilizar a dupla de centrais habitual Philippe Sampaio e Carlos Santos e voltando a dar a titularidade a José Manuel,recuando Brayan Beckeles para defesa direito.

O jogo iniciou com duas entradas despropositadas de Philippe Sampaio e Brayan Beckeles que lhe valeram dois cartões amarelos desnecessários, no caso de Brayan Beckeles foi admoestrado com o quinto amarelo e ficará de fora do próximo jogo, o primeiro lance de perigo pertenceu a equipa do Restelo com Carlos Santos a cortar o esférico para canto,de seguida os axadrezados respondem com um remate de Marek Cech que sai por alto,depois o extremo axadrezado Brito começou a dar nas vistas,primeiro com um remate de longe que saiu por cima da trave após recuperar o esférico a meio-campo,novamente Brito num livre obriga o guardião contrário a defesa apertada para canto, do canto resultou um cabeceamento de Idrís Mandiang para defesa segura do guardião da equipa do Restelo,após lance sobre a direita José Manuel, ganha um lance passa para Brito que remata a meia-volta para defesa fácil do guardião contrário,já perto do intervalo o CF Belenenses remata ao lado da baliza a guarda de Mika,de seguida chega o intervalo, com os axadrezados a querem adiantar-se no marcador mas o nulo a manter-se.

A segunda parte começou com o CF Belenenses a tentar surpreender o guardião axadrezado que estava um pouco adiantando,com um remate para as mãos do guardião boavisteiro, Brito tanto insistiu que viria a marcar após boa desmarcação de Michael Uchebo sobre a direita,o extremo cabo verdiano a receber já dentro da área,a rodopiar sobre si próprio, a rematar,o esférico a embater no poste e a entrar na baliza dos azuis do Restelo,fazia se assim justiça no resultado e os axadrezados passariam a estar em vantagem no encontro para delírio dos seus adeptos,de seguida Afonso Figueiredo cruza para a área e após vários cruzamentos Carlos Santos cabeceia para as mãos do guardião contrário,o CF Belenenses tentava chegar ao empate num cruzamento sobre 
a esquerda um desvio não passou muito longe da baliza boavisteira,nos últimos 10 minutos o CF Belenenses dispôs da melhor oportunidade para empatar com novo cruzamento desta vez da direita,cabeceamento a obrigar Mika a grande defesa, na recarga Carlos Santos a oferecer o corpo ao esférico e a evitar novamente o empate,os axadrezados tentavam sobretudo através de Michael Uchebo chegar ao 2-0,e foi o nigeriano que cruzou sobre a esquerda para Brito quase fazer o 2-0 num cabeceamento que não passou muito longe do poste direita da baliza dos azuis do Restelo, praticamente de seguida o final do encontro e a festa merecida de toda a família boavisteira, que sente que o objectivo desta época a manutenção está cada vez mais perto.

Com esta vitória ficamos com 28 pontos, faltando 8 jogos 24 pontos em disputa, para o final do campeonato alargamos a vantagem para a linha de água para 9 pontos, próximo fim de semana a Liga Nós pará devido a compromissos das selecções regressando no fim de semana da Páscoa, os axadrezados desloca-se a Penafiel para defrontar mais um adversário directo, o apoio dos adeptos boavisteiros é fundamental se vencermos ainda mais confortáveis ficamos.

Saudações Boavisteiras!


quinta-feira, 19 de março de 2015

sábado, 14 de março de 2015

Com Um Pouco Mais de Ambição Conseguiríamos Pontos

FC PAÇOS FERREIRA - 1 BOAVISTA FC -0
Liga Nós 25ºJornada
 13 De Março de 2015 - 20H30M
 Estádio Capital do Móvel em Paços de Ferreira
Árbitro :Manuel Oliveira(A.F.Porto)
GR:António Filipe        GR:Mika
DD:Rodrigo Galo DD:João Dias
 DC:Fábio Cardoso     DC:Carlos Santos
DC:Ricardo DC:Bernardo Tengarrinha
DE:Hélder Lopes  DE:Afonso Figueiredo
MC:Rúben Pinto(Minhoca 85') MC:Marek Cech(José Manuel 53')
MC:Michael Seri  MC:Reuben Gabriel(Bobô 89')
MC:Vasco Rocha MC:Idrís Mandiang
ED:Diogo Rosado(Bruno Moreira 63') EE:Brito
EE:Manuel José  ED:Bryan Beckeles
PL:Diogo Jota(Sérgio Oliveira 82')  PL:Michael Uchebo

Treinador:José Mota               Treinador: Petit


Cartões Amarelos:Rodrigo Galo 58',Carlos Santos 87'.

Cartão Vermelho: Bernardo Tengarrinha 45'.

Golos: Manuel José 45'(g.p).










FC Paços de Ferreira e Boavista FC encontram-se no jogo de abertura da 25ºJornada da Liga Nós no Estádio Capital do Móvel tendo a equipa da casa vencida pela margem mínima de 1-0, num jogo em que os axadrezados com um pouco mais de ambição poderiam ter tirado pontos a este FC Paços de Ferreira.

O técnico axadrezado apenas efectou uma alteração a equipa que a semana passada venceu o Vitória de Guimarães entrando Carlos Santos após castigo e retirando da equipa Aaron Appindayoge,optando por manter Bernardo Tengarrinha a central.

O jogo começou com os axadrezados a criarem perigo através de um livre directo de Brito com o guardião pacense a sacudir o esférico para a frente, a equipa da casa respondeu com um lance em que reclama falta a entrada da área axadrezada com um corte limpo de Carlos Santos após cruzamento da esquerda,a 5 minutos do intervalo novo cruzamento da esquerda com o esférico a sobrevoar toda a área boavisteira muito perto da linha de baliza mas a sair pela linha de fundo,já em cima do intervalo o lance que iria decidir o jogo a favor da equipa da casa,após falta sobre Marek Cech a meio-campo não assinalada, o FC Paços de Ferreira recupera o esférico o passe sai para as costas da defensiva axadrezada Bernardo Tengarrinha tenta o corte em carrinho e acerta no seu adversário a nosso ver a falta existe mas no limite da entrada da área, de seguida o central axadrezado é expulso com cartão vermelho directo quando o jogador pacense apenas se dirigia para a linha, não indo em posição frontal, a grande penalidade foi convertida de seguida chegava o intervalo com ambas as equipas a nada fazerem para o marcador funcionar, mas a equipa da casa chegava ao descanso com a vantagem de 1-0.
Na segunda parte, o técnico axadrezado entrou a jogar com 10 elementos, e a ver o que o jogo ia dando, começou com a equipa da casa a poder fazer o 2-0, com a passividade da equipa boavisteira, o avançado contrário ultrapassou o guardião boavisteiro, demorou muito a rematar e permitiu o corte a João Dias com a baliza completamente deserta, o técnico axadrezado fez entrar José Manuel para o lugar do esgotado Marek Cech colocando mais jogadores atacantes mas também retirando alguma criatividade ao meio-campo axadrezado,passando a jogar com dois médios defensivos, de seguida a equipa pacense remata para o guardião boavisteiro defender a dois tempos,novamente a equipa da casa com uma boa jogada de envolvimento, com o seu avançado a rematar a trave da baliza axadrezada,novo remate da equipa do FC Paços de Ferreira a passar por cima da trave da equipa boavisteira,a equipa do Boavista FC tentava mesmo com 10 elementos chegar a baliza contrária,num desses lances centro na direita de Brayan Beckeles com Michael Uchebo a ser puxado no interior da grande área, grande penalti que ficou por assinalar, no seguimento da jogada José Manuel cabeceia ao poste da baliza da equipa da casa, o técnico axadrezado demorava muito a mexer novamente na equipa,só voltando a efectuar alterações a 1 minuto dos 90'.

A equipa da casa num canto voltou a criar perigo junto a baliza boavisteira, com um cabeceamento a não sair muito longe do poste esquerdo,já nos últimos 10 minutos do encontro novamente o FC Paços de Ferreira centro da direita com novo cabeceamento desta vez por cima da trave, de seguida o final do encontro.

Um jogo que os axadrezados poderiam com mais alguma ambição e apesar de jogarem toda a segunda-parte em inferioridade numérica ter tirado pontos a este Paços de Ferreira, o técnico axadrezado das três substituições possíveis apenas efectuou duas a última das quais a 1 minuto dos 90', não se entende porque,como também não se entende o porque de já com os centrais habituais disponíveis colocar novamente Bernardo Tengarrinha a central temos que arriscar mais sobretudo a jogar fora mas também para conseguirmos alguns pontos fora de portas que nos podem ser muito úteis nesta fase final da época para o nosso objectivo da manutenção, a nosso ver um jogo em que poderiamos e deveriamos ter jogado e arriscado um pouco mais.

Destaque para mais uma boa moldura humana dos adeptos axadrezados no Estádio Capital do Móvel.

Na próxima jornada a equipa boavisteira recebe o CF Belenenses no próximo domingo dia 22 de Março pelas 16h em mais um jogo que o apoio dos adeptos axadrezados é fundamental.

Saudações Boavisteiras!


domingo, 8 de março de 2015

Triunfo da Raça

BOAVISTA FC - 3 VSC GUIMARÃES -1
Primeira Liga 24ºJornada
 8 De Março de 2015 - 19H15M
Estádio do Bessa Século XXI 
Árbitro:João Capela(A.F.Lisboa)

GR:Mika         GR:Douglas
 DD:João Dias   DD:Nii Plange
 DC:Aaron Appindanyoge(José Manuel 50') DC:Josué Sá
DC:Bernardo Tengarrinha    DC:Kanú
DE:Afonso Figueiredo       DE:Breno
MC:Idrís Mandiang   MC:Bouba Saré(Cafú 88')
MC:Reuben Gabriel MC:Bernard Mensah
MC:Marek Cech MC:Otávio(Ricardo Valente 77')
ED:Brito(Anderson Carvalho 91')   EE:André André
EE:Brayan Beckeles   ED:Tomané
PL:Michael Uchebo(Léozinho 96') 55 PL:Alex(Sami 71')

Treinador:Petit                 Treinador:Rui Vitória

 Cartões Amarelos:Nii Plange 14' e 92',Aaron Appindanyoge 21',André André 26',Bernard Mensah 31' e 47',Tomané 64' e Reuben Gabriel 83'.

Cartões Vermelhos:Bernard Mensah 47',Nii Plange 92' e Sami 94'. 

Golos:Alex 22(g.p),Marek Cech 63',Michael Uchebo 69' e José Manuel 86'.









Boavista FC e VSC Guimarães encontram-se em encontro da 24ºJornada da Liga Nós, vencemos  na raça e mais uma vez com o muito apoio vindo das bancadas estamos no bom caminho.

Os axadrezados entraram no jogo com algumas alterações face a castigos, desde logo Bernardo Tengarrinha e o estreante Aaron Appindayoge como centrais face aos castigos dos habituais titulares, Marek Cech a formar o meio campo com Idrís e Reuben Gabriel, e na frente Brayan Beckeles como extremo direito.

O jogo começou com as equipas a conhecerem-se, o primeiro remate surge da parte boavisteira com Bryan Beckeles a rematar para defesa fácil do guardião vitoriano, no lance seguinte livre sobre a direita para a equipa visitante com o avançado visitante a desviar e Michael Uchebo também,Mika defendeu bem para canto,de seguida o golo da vantagem vimaranense através de uma grande penalidade cometida pelo estreante Aaron Appindayoge,algo forçada pelo avançado contrário a nosso ver,os axadrezados tentavam reagir a desvantagem no marcador Michael Uchebo rematou para boa defesa do guardião contrário apesar de ter perdido tempo de remate,perto da meia-hora livre descaído sobre a direita para as mãos do guardião contrário,já em cima do intervalo Reuben Gabriel falha um golo quase certo,após cruzamento da esquerda num livre,mas o lance já tinha sido anulado por fora do jogo,de seguida chegava o intervalo com o resultado algo injusto.

A segunda-parte começou com a equipa boavisteira a querer mudar o rumo dos acontecimentos e chegar ao golo o mais rápido possível, com o Vitória de Guimarães a jogar praticamente toda a segunda parte com dez elementos num falta em zona frontal em que Afonso Figueiredo é derrubado pelo jogador vitoriano que já tinha cartão amarelo, levou o segundo e colocou a sua equipa a jogar com 10 elementos, do livre frontal Marek Cech rematou por cima,o técnico axadrezado a jogar com mais um homem em campo arriscou tudo no empate e colocou José Manuel no lugar do amarelado e estreante Aaron Appindayoge, José Manuel deu mais vivacidade ao ataque boavisteiro, de seguida livre curto sobre a direita com Bernardo Tengarrinha a colocar em José Manuel que remata com perigo para defesa para canto do guardião contrário, no lance seguinte novamente livre neste caso sobre a esquerda com José Manuel a cabecear muito perto do poste direito da baliza contrária,aos 63 minutos surge o golo do empate axadrezado mais do que merecido Brito vai a linha centra atrasado para a entrada da área Marek Cech fazer o empate, o Boavista FC estava entusiasmado com o empate, e com o apoio incessante dos seus adeptos chegaria a vantagem pouco tempo depois, cruzamento com conta,peso e medida certa de Idrís Mandiang para a cabeça de Michael Uchebo que colocou o esférico sem hipóteses de defesa para o guardião contrário para delírio das bancadas do Bessa Século XXI,com o público axadrezado a dar olés nas bancadas, os jogadores vitorianos estavam cada vez mais desnorteados,e através de um contra ataque José Manuel a nosso ver em posição irregular e depois de jogar o esférico com o braço após também ter sido empurrado coloca um ponto final no jogo com o 3-1 final.já no período de compensação nova acumulação de amarelos para a equipa vitoriana, ficando a jogar com 9 elementos,após entrada sobre José Manuel,já mesmo no final do tempo de compensação nova expulsão para os vitorianos com entrada só as pernas de Afonso Figueredo.

Resultado Justo para a equipa que mais fez para vencer o encontro, mesmo 11 contra 11 retirando o lance do Penalty e a defesa de Mika para canto, nada se viu deste Vitória de Guimarães.

Vitória Importante conseguida na Raça e no querer desta equipa e sempre com a fiel massa adepta boavisteira no apoio incessante durante todo o encontro, a vantagem para al inha de água está agora a 5 pontos, como estamos com a mesma diferença de pontos para o meio da tabela.

Mais três pontos rumo a manutenção, na próxima sexta-feira o Boavista FC desloca-se a Paços de Ferreira para defrontar a equipa local em jogo referente a 25ºJornada, esperando a comparência dos adeptos axadrezados em bom número.

Saudações Axadrezadas!

quinta-feira, 5 de março de 2015

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Empate Justo

GIL VICENTE FC - 1 BOAVISTA FC -1
Liga Nós 23ºJornada
 28 De Fevereiro de 2015 - 16H
 Estádio Cidade de Barcelos
Árbitro :Manuel Oliveira(A.F.Porto)
GR:Adriano Facchini        GR:Mika
DD:Gabriel Moura(Marwan Mohsen 78') DD:João Dias
 DC:Ricardo Cadú     DC:Carlos Santos
DC:Markus Berger DC:Phillipe Sampaio
DE:Evaldo  DE:Afonso Figueiredo
MC:Semedo MC:Bernardo Tengarrinha
MC:Rúben Ribeiro  MC:Reuben Gabriel
MC:João Vilela(Vítor Gonçalves 75') MC:Anderson Carvalho(Fábio Ervões 82')
ED:Yazalde(Caetano 67') EE:José Manuel(Brayan Beckeles INT)
EE:Diogo Viana  ED:Brito(Júlian Montenegro 86')
PL:Simy Nwanko  PL:Michael Uchebo

.
Treinador:José Mota               Treinador: Petit


Cartões Amarelos:Philippe Sampaio 21',Gabriel Moura 26',Carlos Santos 35',Diogo Viana 52',Brayan Beckeles 59',João Dias 67',Rúben Ribeiro 73' e Mika 89'.

Golos: Brito 76' e Markus Berger 91'.









Gil Vicente FC e Boavista FC empataram-se na luta pela fuga à zona perigosa da tabela em jogo relativo a 23ºJornada da Liga Nós.Os dois emblemas empataram a uma bola em Barcelos, sendo que o Boavista FC deixou escapar o triunfo já nos descontos,num jogo que acabamos por ter a sorte do jogo e não soubemos aproveita-la para ficarmos com os 3 pontos.

O encontro começou morno, as equipas acusaram a importância do jogo para as duas equipas.

A primeira jogada de perigo acontece num livre frontal através de Bernardo Tengarrinha que obrigou o guardião gilista a defender para canto, logo de seguida Afonso Figueiredo novamente de livre desta vez descaído sobre a direita, obriga o guardião da casa a nova defesa para canto,nos últimos 15 minutos o Gil Vicente FC chegou mais perto da baliza boavisteira, na primeira ocasião obrigou Mika a excelente defesa num cabeceamento a queima-roupa,de seguida canto para os gilistas com o guardião boavisteiro a sacudir por cima da trave,ao terceiro canto o Gil Vicente chega ao golo, bem anulado, por fora de jogo do avançado gilista.

Terminava assim a primeira parte com ambas as equipas a terem oportunidades para inaugurarem o marcador.

Na segunda parte entrou Brayan Beckeles para o lugar de José Manuel e começou com os axadrezados a criarem perigo após centro da esquerda de Brito com Michael Uchebo a cabecear não muito longe do poste direito da baliza gilista,de seguida o Gil Vicente através de um cruzamento da direita para o interior da área e o seu avançado obriga Mika a desviar para canto,de seguida Brito entra na área em zona frontal e remata cruzado ao lado,no lance seguinte Anderson Carvalho remata por cima da trave já dentro da área.

Michael Uchebo sobre a direita finta um adversário, e remata por cima da baliza contrária,aos 76 minutos chega o 0-1 para os boavisteiros cruzamento da esquerda de Michael Uchebo para Brito colocar o xadrez do Bessa na frente do marcador de cabeça festejando com os adeptos presentes em bom número no Cidade de Barcelos,perto dos 80 minutos Carlos Santos tira o pão da boca ao avançado contrário quando este muito provavelmente iria fazer o empate,o técnico axadrezado tentava manter a vantagem no marcador até ao final, fazendo entrar Fábio Ervões para o lugar do desgastado Anderson Carvalho, quando poderia e deveria ter entrado Marek Cech para segurar a bola. Perto dos 90 minutos faz entrar Júlian Montenegro para os aplausos a Brito.

Os axadrezados tentavam a todo o custo manter a vantagem até ao final da partida, mas o técnico axadrezada a nosso ver recuou em demasia a equipa e já em periodo de compensações o Gil Vicente FC chegou ao empate através de uma falha de marcação na defensiva axadrezada, após um " chuveirinho" final o esférico chega a área boavisteira cabeceamento para o interior da área e o jogador gilista sem marcação a fazer o empate, logo de seguida o final do encontro.

Um empate que ficou com um sabor amargo, visto termos estado a vencer até muito perto do final do encontro e seria um passo de gigante rumo a manutenção,os adeptos boavisteiros presentes no Estádio Cidade de Barcelos mereciam a vitória, mas mesmo assim um mal menos visto termos vantagem contra o Gil Vicente em caso de empate visto termos vencido na primeira volta e empatando fora de portas, a vantagem para a linha de água manteve-se nos 4 pontos mas poderá ver os adversários que estão abaixo da tabela aproximarem-se.

Na próxima jornada o Boavista FC recebe o VSC Guimarães em jogo referente a 24ºJornada da Liga Nós em jogo a realizar no estádio do bessa século xxi no próximo domingo as 19h15m, todo o apoio dos adeptos boavisteiros é fundamental.

Saudações Axadrezadas.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Antevisão Gil Vicente FC - Boavista FC


GIL VICENTE FC - BOAVISTA FC

ESTÁDIO CIDADE DE BARCELOS
SÁBADO 28 DE FEVEREIRO DE 2015
16 HORAS
LIGAS NÓS 23ºJORNADA





UMA AUTÊNTICA FINAL VENCENDO ESTAREMOS COM MAIS DE MEIO-PÉ COM A MANUTENÇÃO GARANTIDA!


terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

COMUNICADO

1. O Conselho de Administração da Boavista F.C., Futebol, SAD e o jogador Quincy Jamie Owusu Abeyie rescindiram por mútuo acordo o contrato de trabalho desportivo que haviam celebrado.
Em reunião que decorreu na semana passada, o atleta manifestou fortes razões de ordem pessoal para tal decisão, que o Conselho de Administração entendeu e aceitou.
Ao jogador desejamos as maiores felicidades futuras, quer para a sua vida pessoal, quer para a
profissional.

2. Entretanto, o jogador MIGUEL CID foi cedido temporariamente, até 30 de Novembro de 2015, ao BFC Daugava, da República da Letónia. Trata-se de um clube da “Virsliga” (1ª Liga da Letónia), com ambições para esta temporada, que está a principiar no referido país. Acreditamos que, jogando com assiduidade, Miguel Cid crescerá como jogador. Voltará à Boavista, SAD no final da cedência.
3. Do mesmo modo, o jogador DIOGO GOUVEIA foi cedido temporariamente, até 30 de Junho de 2015, ao P.F. Klubas (também designado por F.K. Kruoja), da 1ª Liga da Lituânia. Também neste caso é nossa convicção que, jogando regularmente, o atleta voltará mais forte à Boavista, SAD.
Porto, 24 de Fevereiro de 2015
O C.A. da Boavista F.C., Futebol, SAD

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Derrota Aceitável

BOAVISTA FC - 0 FC PORTO -2
Primeira Liga 22ºJornada
 23 De Fevereiro de 2015 - 20H
Estádio do Bessa Século XXI 
Árbitro:Hugo Miguel(A.F.Lisboa)

GR:Mika         GR:Fabiano
 DD:João Dias   DD:Ricardo Pereira
 DC:Carlos Santos DC:Maicon
DC:Phillipe Sampaio    DC:Iván Marcano
DE:Afonso Figueiredo       DE:José Angel
MC:Idrís Mandiang   MC:Rubén Neves
MC:Reuben Gabriel(Marek Cech 71') MC:Juan Quintero(Yacine Brahimi 64')
MC:Anderson Carvalho(Christian Pouga 82') MC:Héctor Herrera
ED:Brito   EE:Ricardo Quaresma(Evandro 83')
EE:José Manuel  ED:Hernâni(Cristian Tello 55')
PL:Léozinho(Michael Uchebo 55') PL:Jackson Martinez

Treinador:Petit                 Treinador:Julen Lopetegui

 Cartões Amarelos:Ricardo Quaresma 45',Héctor Herrera 72',Idrís Mandiang 77' e Anderson Carvalho 85'.

Golos:Carlos Santos(a.g.)79' e Yacine Brahimi 87'.






Boavista FC e FC Porto encontra-se no Estádio do Bessa Século XXI no fecho da 22ºJornada da Liga Nós, foi uma derrota aceitável, lutamos e suamos a camisola até ao fim jogamos com alma, só não tivemos argumentos e talvez alguma frescura física na parte final do encontro.

O técnico axadrezado Petit tentava fechar os espaços para a sua baliza e tentar sair em contra-ataques exactamente como no jogo da primeira volta no estádio do Dragão com uma equipa com um melhor onze.

Num ambiente a fazer lembrar outros tempos, o dérbi da cidade do Porto voltou a ser jogado no estádio do bessa com bastante intensidade mas nem sempre bem jogado.

Na primeira parte existiram raras oportunidades de golo, primeiro remate pertence ao FC Porto com o chapéu a sair por alto da baliza boavisteira,de seguida e após um canto que foi aliviado para a entrada da área boavisteira a equipa azul e branca fica a reclamar grande penalidade que a nosso ver não nos parece, mas damos o beneficio da dúvida ao árbitro da partida que considerou que João Dias apenas jogou o esférico,perto dos 20 minutos surge um remate fraco para as mãos do guardião Mika,de seguida Afonso Figueiredo recupera o esférico e tenta sair para o contra-ataque é travado em falta o jogador portista nem cartão amarelo levou,a meia hora de jogo e após livre sobre a direita Anderson Carvalho corta o esférico e o jogador azul e branco remata acrobaticamente ao lado, a 10 minutos do intervalo livre frontal a entrada da área boavisteira com o remate a sair ao lado,já perto do intervalo o jogador azul e branco isola-se sobre a esquerda e remata perto do poste esquerda da baliza boavisteira, logo de seguida chega o intervalo com o empate a nosso ver justo.

A segunda parte começou com um jogador azul e branco a pisar sem intenção Afonso Figueiredo na mão, merecedora de cartão amarelo e consequente cartão vermelho visto que era o segundo cartão amarelo,de seguida Reuben Gabriel fez um passe mal calculada mas o jogador portista rematou fraco e ao lado, de seguida uma entrada do jogador azul e branco sobre Reuben Gabriel com os pitons em riste atinge o jogador axadrezado, nem cartão amarelo viu, deveria ter sido cartão vermelho é agressão a nosso ver.

O Técnico axadrezado tentava mexer com o jogo com as entradas de Michael Uchebo e Marek Cech retirando alguma consistência ao meio-campo mas também ganhando mais organização conseguindo chegar a baliza azul e branca, com Brito a rematar para o guardião portista defender para a frente,nos últimos 10 minutos o FC Porto chega a vantagem através de uma falta a meio-campo com o esférico em andamento algo que não pode suceder segundo os regulamentos da liga, um cruzamento largo sobre a direita de seguida novo cruzamento já dentro da área, com Carlos Santos a tentar efectuar o corte e perante a pressão do avançado azul e branco a introduzir o esférico na própria baliza, estava praticamente encontrado o vencedor do encontro, já perto dos 90 minutos surge o 0-2 com um remate bem colocado a entrada da área a estabelecer o resultado final, de seguida o final do encontro.

Mais uma vez a arbitragem contra os axadrezados têm uma dualidade de critérios gritantes, para garantir a manutenção também não poderemos contar com "ajudas" de terceiros.

Um jogo que os axadrezados pelo esforço que fizeram e contra uma equipa neste momento é superior merecia pelo menos o empate, estes jogadores merecem e bem todo o apoio que tiveram durante todo o encontro, aos poucos vamos ganhando uma equipa e ainda não temos argumentos suficientes nem podemos nesta altura jogar de igual para igual com equipas como o FC Porto, na próxima semana continuamos a nosso luta pela manutenção na primeira liga que é o grande objectivo da época, próximo jogo em Barcelos sábado pelas 16 Horas contra um adversário directo, jogo que teremos que somar pontos, em união conseguiremos.

Saudações Axadrezadas!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Antevisão Boavista FC - FC Porto

O APOIO DE TODOS OS BOAVISTEIROS É FUNDAMENTAL
JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!
BOAVISTA FC vs F.C. Porto
Segunda-Feira, 23 de Fevereiro às 20:00

22ºJornada da Liga Nós

BILHETES JÁ DISPONÍVEIS NA SECRETARIA DO BOAVISTA
Sócios:
Nascente N1- 5€
Sul N1 - 5€
Acompanhantes de Sócio - 20€ (disponível apenas para sócios contribuintes - 1 por associado, desde que munidos de um cachecol ou adereço do Boavista Futebol Clube).
Público:
Norte Nível 2 - 20€
Norte Nível 1 - 25€
Bancada VIP - 50€
Pedimos a todos os associados que adquiram os seus bilhetes atempadamente, para evitarem filas desnecessárias na hora do jogo.
Para facilitar e evitar filas de última hora no próximo jogo (BOAVISTA F.C. x F.C. Porto), na compra de bilhetes e quotas. A secretaria encontrar-se-á aberta no horário normal de segunda a quinta (9:30- 12:30; 14 às 18:00) sexta feira das 9h30 às 18h00 e no sábado das 9:30-18:00 (incluindo hora de almoço).
Pedimos por isso, aos senhores associados e público em geral que adquiram com antecedência as suas quotas e bilhetes para evitar filas e atrasos na entrada no Estádio na próxima Segunda-feira.


Árbitro:Hugo Miguel(A.F.Lisboa)

APOIA O BOAVISTA FC EM MAIS UM JOGO RUMO A MANUTENÇÃO!

domingo, 15 de fevereiro de 2015

Empate Que Sabe A Pouco na Deslocação a Coimbra

ACADÉMICA - 0 BOAVISTA FC -0
Liga Nós 21ºJornada
 15 De Fevereiro de 2015 - 17H
 Estádio Efapel Cidade de Coimbra
Árbitro :Luís Ferreira(A.F.Braga)
GR:Cristiano        GR:Mika
DD:Ricardo Nascimento(Aderlan Santos 66') DD:João Dias
 DC:João Real     DC:Carlos Santos
DC:Iago Santos DC:Philippe Sampaio
DE:Fernando Alexandre  DE:Afonso Figueiredo
MC:Ricardo Esgaio MC:Idrís Mandiang
MC:Nuno Piloto  MC:Bernardo Tengarrinha
MC:Lucas Mineiro(Ulysse Diallo 75') MC:Anderson Carvalho(Marek Cech 69')
ED:Hugo Seco EE:Quincy(José Manuel INT)
EE:Rafael Lopes(Marinho INT)  ED:Brito
PL:Salim Cissé  PL:Christian Pouga(Michael Uchebo 59')

.
Treinador:Paulo Sérgio                Treinador: Petit


Cartões Amarelos:João Dias 20',Lucas Mineiro 49',Brito 49',Afonso Figueiredo 59',Ricardo Esgaio 76',Ulysse Diallo 86',Bernardo Tengarrinha 91' e 92'.

Cartões Vermelhos:Salim Cissé 72' e Bernardo Tengarrinha 92'.








Boavista FC e Académica de Coimbra empataram a zero no Estádio Cidade de Coimbra em partida referente a 21ºJornada da Liga Nós.

Ambas as equipas são adversários diretos na luta pela manutenção na primeira liga 2014-2015, os axadrezados com este empate e a vitória no Bessa na primeira volta ficam em vantagem no confronto directo, mas o empate sobe a pouco visto que poderíamos ter vencido o jogo contra uma equipa perfeitamente ao nosso alcance.

O técnico axadrezado abordou o jogo praticamente com a mesma equipa que a uma semana atrás empatou em casa com o Rio Ave, retirando o castigado Brayan Beckeles e entrando João Dias para o seu lugar, e também retirado José Manuel e fazendo entrar Brito.

Com os axadrezados a estrearem o novo patrocinador "Mestre da Cor" nas camisolas o jogo teve pouca história durante os 90 minutos, apenas nos 4 minutos de descontos dados pelo árbitro da partida é que o encontro teve alguma emoção.

A Académica de Coimbra tinha a obrigação de vencer, dado a distância pontual e assumiu o controlo do jogo desde o seu início mas a equipa do Boavista FC bem organizada na sua defensiva não permitia aos estudantes chegarem muito perto da baliza a guarda de Mika e tentava de quando em quando sair em contra-ataque, o primeiro lance de relativo perigo surge após uma falta cobrada por João Dias sobre a direita com Philippe Sampaio a chegar um pouco atrasado e o esférico a perder-se pela linha de fundo,depois os estudantes com um remate de longe a entrada da área permitiram ao guardião boavisteiro uma defesa segura,de seguida falta cobrada na esquerda do ataque boavisteiro e Philippe Sampaio novamente a cabecear para as mãos do guardião academista, perto do intervalo livre frontal a favorecer a equipa da casa com o guardião boavisteiro a desviar para canto,termina assim uma primeira parte com muito pouco futebol de ambos os lados.

No início da segunda parte e com ambas as equipas a fazerem alterações durante o descanso, José Manuel entrou no jogo para o lugar do apagado Quincy, José Manuel deu mais vivacidade ao jogo axadrezado provocando mais desequilíbrios sobretudo em contra-ataque do que o seu substituto.

Logo nos primeiros minutos Christian Pouga ganha uma falta na entrada da área descaído sobre a direita,Bernardo Tengarrinha cobra com um cruzamento tenso para a área só que a defesa academista corta para canto já com Carlos Santos pronto para o cabeceamento.

De seguida a Académica de Coimbra através de um canto, o seu avançado cabeceou para fora.

Pouco tempo depois a equipa academista fica a jogar com 10 elementos devido a expulsão directa do seu jogador, devido a uma entrada a pés juntos sobre Idrís Mandiang acertando em cheio na canela do jogador boavisteiro, a nosso ver bem expulso.

A equipa boavisteira a jogar com mais um elemento em campo inexplicavelmente recuou no terreno de jogo e assim deu espaços aos estudantes para chegar mais perto da nossa baliza, primeiro o guardião boavisteiro em disputa de um lance após cruzamento da direita falhou o cruzamento e o avançado da casa também, na jogada seguinte Carlos Santos faz um corte decisivo para canto após cruzamento rasteiro para o interior da área já com o seu adversário nas costa pronto para rematar.

O Técnico axadrezado tentava com as entradas de Michael Uchebo e de Marek Cech equilibrar o jogo e aos poucos consegui, Michael Uchebo ganhou uma bola sobre a direita cruzou e José Manuel deixou-se antecipar pelo defesa da casa cedendo canto, já no primeiro de compensação Bernardo Tengarrinha teve duas entradas fora de tempo no espaço de um minuto foi admoestado com dois cartões amarelos e respectivo vermelho ficando de fora da próxima jornada.

Na jogada seguinte a melhor oportunidade de golo para a Académica com o guardião axadrezado a negar o golo com uma espantosa defesa para canto após centro da direita e cabeceamento com selo de golo, já perto do término dos quatro minutos de compensação o caso do jogo, lance polémico os axadrezados saem em contra-ataque, passe de Marek Cech para José Manuel a "rasgar" por completo a defensiva academista, José Manuel aproveita o desentendimento entre os defesas contrários e com Brito, ao seu lado podendo efectuar o passe preferiu seguir com o esférico para a área, rematar o esférico ressalta num adversário e sobra para Brito que faz o golo axadrezado bem celebrar com os adeptos axadrezados presente em bom número,juntamente com os seus colegas de equipa e toda o banco axadrezado,mas o lance é invalidado devido a fora de jogo de Brito que consoante as novas regras existindo ressalto de bola num adversário o fora de jogo não se aplica, a Académica marcou a falta, segui com o jogo e com meia-equipa boavisteira a festejar um golo invalidado poderia ter vencido o jogo com o seu jogador a correr mais de meio-campo e a rematar ao lado da baliza boavisteira,logo de seguida o árbitro da partida dá por terminado um jogo que só teve emoção nos minutos de compensação.

No resumo do jogo acabamos por ganhar pontos em casa de um adversário directo na luta pela manutenção ganhando também no confronto directo nos dois jogos com os estudantes visto termos vencido no Bessa.

Quando ao árbitro da partida mais uma vez e em caso de dúvida é sempre contra a equipa boavisteira, um golo a nosso ver e segundo as leis do jogo já desde a época 2013-2014, quando ressalta num adversário a lei do fora de jogo não se aplica.

De lamentar mais uma vez a força desmedida das forças de segurança presente no Estádio Cidade de Coimbra, que agrediram a bastonada e mais uma vez cobarde mente neste caso o segurança dos axadrezados que estava já dentro do recinto de jogo desde o inicio do jogo, aquando da entrada de adeptos boavisteiros para a pista de atletismo para celebrarem o golo que provavelmente seria o da vitória e que mais uma vez foi-nos negado pelo senhor do apito, gerando a revolta dos adeptos boavisteiros com o arremesso de cadeiras para as forças de segurança e os stewarts presentes que mais uma vez provocaram uma situação que o Blog Boavista1903.blogspot.com lamenta, por mais que tentem vão ter que levar connosco durante vários anos.

Ficamos assim mais perto do nosso objectivo, mantendo a distância de 6 pontos para a zona da despromoção, na próxima jornada os axadrezados recebem o FC Porto, no estádio do Bessa Século  XXI em jogo referente a 22ºJornada que se realiza segunda-feira dia 23 de Fevereiro as 20 Horas, com o apoio de todos os boavisteiros, conseguiremos mais pontos para a nossa luta.

Saudações Axadrezadas!