Contagem

web counter free

segunda-feira, 1 de Setembro de 2014

Preocupante


RIO AVE - 4 BOAVISTA FC - 0
Primeira Liga 3ºJornada
 1 De Setembro de 2014 - 20H00 Horas
 Estádio dos Arcos em Vila do Conde 
 Árbitro :Luís Ferreira(A.F.Braga)
GR:Cássio                     GR:Daniel Monllor
 DD:José Lionn                DD:João Dias
 DC:Prince Gouano(Roderick 71')   DC:Phillipe Sampaio
DC:Marcelo                             DC:Lucas Rocha
DE:Tiago Pinto                                 DE:Anderson Correia
MC:Diego Lopes(A.H.Mahgoub 80')                 MC:Idrís Mandiang
MC:Renan Bressan(Esmael Gonçalves 73')          MC:Bernardo Tengarrinha
MC:Tarantini                              MC:Diego Lima(Ancelmo Júnior 70')
ED:Pedro Moreira  EE:Júlian Montenegro(Leozinho 57')
EE:Ukra                                           ED:Brito
PL:Emmanuel Boateng     PL:Christian Pouga(Fábio Ervões 62')

Treinador:Pedro Martins                 Treinador: Petit

 Cartões Amarelos:José Lionn 4',Lucas Rocha 24' e 59',Renan Bressan 25' e João Dias 74'.

Cartões Vermelhos:Lucas Rocha 59'.

Golos:Renan Bressen 26',Diego Lopes 28',Esmael Gonçalves 80' e Emmanuel Boateng 90'.


Terceira Derrota Consecutiva sabíamos de antemão que não iria ser fácil, mas assim não 8 golos sofridos, 0 marcados,1 expulsão em cada um dos três jogos,último lugar, nos primeiros dois jogos apesar das limitações mostramos garra,atitude e raça e até perdemos injustamente e com alguns erros de arbitragem neste jogo não fomos Boavista, não fomos dignos derrotados, não tivemos garra,atitude e raça! nem tão pouco jogamos futebol tirando os primeiros 15/20 minutos.

Neste clássico do Norte, a recuperar tantas e boas memórias, o Rio Ave FC só não foi melhor nos primeiros 15/20 minutos. Os homens dos Arcos foram surpreendidos pela melhor entrada axadrezada e até podiam ter sofrido um golo, com Idrís de cabeça após um canto a cabecear para fora, Christian Pouga num excelente pontapé de fora da área para grande defesa do guardião da casa e Júlian Montenegro num cruzamento mal efetuado que poderia ter saído melhor, deveriam ter dado vantagem no marcador a equipa do Bessa, mas como quem não marca, sofre, os axadrezados pouco mais fizeram durante os 90 minutos, enquanto os de Vila do Conde jogaram a seu belo-prazer marcando quatro golos que poderia ter sido mais,perante a passividade de toda a equipa boavisteira e do seu treinador que estava no banco de braços cruzados.
A Equipa Vila Condense trocava a bola perante a pouca pressão que toda a equipa boavisteira fazia. 
Sem surpresa e através de um livre directo marcado superiormente por Renan Bressan o Rio Ave fez o 1-0, 


desanimando ainda mais a equipa axadrezada, com Phillipe Sampaio a escorregar no lance logo de seguida o 2-0 por Diego Lopes após boa combinação entre a equipa de Vila do Conde, 


a partir deste momento e após falhas já vista contra o SC Braga e o SL Benfica com uma equipa completamente perdida e com dois trincos Idrís e Tengarrinha e o médio ofensivo Diego Lima a não conseguirem fechar o espaço entre o meio-campo e a defesa axadrezada o Rio Ave fazia o que queria, do banco axadrezado demoravam a surgir mudanças, e quando as efetuou a equipa já estava de rastos,acabando por ser expulso o central Lucas Rocha, perante mais uma falha enorme entre meio-campo e defesa boavisteira após ver a segunda cartolina amarela por falta a entrada da área, obrigado a mexer o técnico axadrezado, fez entrar Fábio Ervões e incrivelmente tirou o único jogador que ainda dava trabalho a defesa de Vila do Conde Christian Pouga. quando a nosso ver Idrís e Diego Lima deveriam ter saído.Diego Lima saiu mais tarde, tal como Júlian Montenegro entrando para os seus lugares Leozinho e Ancelmo Júnior que nada acrescentaram a equipa boavisteira.
Com o Boavista a jogar com 10 jogadores e recuando cada vez mais e com o médio ofensivo a ponta de lança, os vila condenses chegam ao terceiro golo, após o outro central axadrezado Phillipe Sampaio ter que sair do campo por estar a sangrar e ter que estancar e trocar de camisola, incrível não existir uma camisola suplente no banco axadrezado, o Rio Ave FC fez o 3-0 por Esmael Gonçalves com o Boavista FC a jogar com 9 elementos.


O quarto golo da equipa vila condense chega já perto dos 90 minutos com os jogadores axadrezados já a muito a pedirem o final do jogo através de um cruzamento de Pedro Moreira para o golo de cabeça de Emmanuel Boateng,


do Boavista na segunda parte apenas um lance a registar após boa arrancada Brito remata por cima.
Uma palavra para o guardião axadrezado após ter sido algo mal batido em alguns golos contra SC Braga e SL Benfica, hoje a nosso ver não teve culpas nos golos sofridos, tendo evitado com uma mão cheia de boas intervenções outros tantos golos.

De registar mais uma vez o forte apoio da sempre fiel massa adepta boavisteira, que se deslocou em bom número a Vila do Conde.

O Boavista FC hoje não teve atitude,raça, nem tão pouco agressividade não soube ter bola e não soube reagir quando a perde, a equipa andou perdida a maior parte do jogo, nós adeptos compreendemos que irá ser um ano complicado a equipa é toda nova mas por favor respeitei-nos se estamos vivos também o devem muito aos adeptos, não pedimos milagres pedimos apenas garra,raça e agressividade nos jogos e a honrar a camisola que vestem.
Após a paragem do campeonato devido a compromissos das seleções, o Boavista FC na próxima jornada receberá a Académica de Coimbra no Estádio do Bessa Século XXI num jogo que provavelmente será a prova de fogo desta equipa e também do seu treinador assim não dá para lutar pela manutenção, temos forçosamente que vencer a Académica que é nosso adversário directo, continuamos a acreditar na manutenção mas algo terá que mudar.

Boavista Sempre!

sábado, 30 de Agosto de 2014

Antevisão Rio Ave-Boavista FC

RIO AVE FC - BOAVISTA FC
ESTÁDIO DOS ARCOS EM 
VILA DO CONDE


PRIMEIRA LIGA PROFISSIONAL DE FUTEBOL
ÉPOCA 2014-2015 3ºJORNADA
SEGUNDA-FEIRA 1 DE SETEMBRO DE 2014
20 HORAS



VAMOS A VILA DO CONDE COM AMBIÇÃO DE TRAZER A PRIMEIRA VITÓRIA NESTE REGRESSO A PRIMEIRA LIGA!

POVO AXADREZADO TODOS A VILA DO CONDE!


quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

LEOZINHO NO BOAVISTA


Leozinho (Leonardo Ferreira), jogador com 26 anos e 1,70m, que joga a extremo ou avançado, assinou hoje pelo Boavista, tendo já treinado com o Plantel.

O jogador Brasileiro, extremamente rápido e tecnicista, jogou entre outros no Santa Cruz, Figueirense, Daedon Citizen (Coreia do Sul), São Caetano, Chapecoense, Coritiba e Santa Rita.

Porto, 27 de Agosto de 2014

QUINCY É JOGADOR DO BOAVISTA



Quincy Owusu Abeyie, jogador com 28 anos e 1,80m, que joga a médio, extremo ou avançado, assinou hoje pelo Boavista, tendo já treinado com o Plantel.

Quincy tem uma carreira de grande sucesso, tendo sido internacional Sub-21 pela Holanda (8 jogos) e pela Selecção A do Ghana (18 jogos).

Fez a sua formação no Ajax e Arsenal (com o qual assinou o seu primeiro contrato profissional), tendo passado pelo Celta de Vigo, Spartak de Moscovo, Málaga e Panathinaikos.

Com a entrada de Quincy (e Leozinho), fica encerrado o Plantel para a época 2014/2015.

Amanhã ambos os jogadores treinarão a partir das 10 horas com o restante Plantel em Leça da Palmeira, em treino que será aberto.

CARRAÇA RENOVA E É EMPRESTADO AO TONDELA

Carraça, médio formado no Boavista, renovou o seu contrato até ao final da época 2016/2017.

O jogador será emprestado esta época ao Tondela (2ª Liga), a fim de poder jogar regularmente, regressando ao Bessa no final da época.

Os jogadores Cláudio (lateral direito) e Fábio Lopes (médio) serão também emprestados, como já informado, prosseguindo contactos para as suas colocações.

Porto, 27 de Agosto de 2014

domingo, 24 de Agosto de 2014

SL Benfica Treme no Bessa

BOAVISTA FC - 0 SL BENFICA-1
Primeira Liga 2ºJornada
 24 De Agosto de 2014 - 19H30 Horas
 Estádio do Bessa Século XXI 
 Árbitro :Marco Ferreira(A.F.Madeira)

GR:Daniel Monllor                      GR:Artur Moraes
 DD:João Dias(Brito 82')                 DD:Maxi Pereira
 DC:Philippe Sampaio                      DC:Luisão
DC:Lucas Rocha                             DC:Jardel
DE:Anderson Correia                                 DE:Eliseu
MC:Idris Mandiang                 MC:Eduardo Sálvio
MC:Bernardo Tengarrinha          MC:Anderson Talisca
MC:Diego Lima(Christian Pouga 73')             MC:Rúben Amorim(André Almeida 32')
ED:Júlian Montenegro(Yoro Ly 68')     EE:Nico Gaitán(Derley 90')
EE:Bryan Beckles                                          ED:Lima
PL:Bobô     PL:Franco Jara(Ola John 65')

Treinador:Petit                 Treinador: Jorge Jesus

 Cartões Amarelos:Franco Jara 37',Bobô 56',Anderson Talisca 56',Maxi Pereira 60',João Dias 77' e Bernardo Tengarrinha 93'.

Cartões Vermelhos: Bobô 86'.

Golos:Eliseu 44'.



O Benfica ganhou sem brilho no Estádio do Bessa, passando por algumas dificuldades contra um Boavista que compensou a falta de rotinas com uma excelente entrega. Eliseu foi o desbloqueador, mas as águias mostraram uma imagem muito pálida antes do dérbi e nem o terreno pode ser desculpa.

Já eram previstas dificuldades, ou pelo menos estranhezas, na adaptação a um terreno menos habitual no futebol de alto nível em Portugal, só que essa não foi a única dificuldade para os de Jorge Jesus. O técnico tinha convocado Enzo Pérez à condição, só que o argentino não recuperou e a águia ficou sem um dos seus pulmões nevrálgicos.

Com isso, o técnico optou por fazer recuar Talisca para a posição que desempenhou em quase toda a temporada. Ao lado de Rúben Amorim, o brasileiro abriu vaga para a titularidade de Franco Jara, numa equipa que ainda não teve Júlio César nem Samaris.

Do lado oposto eram muitas as caras desconhecidas. João Dias capitaneava uma equipa que apresentava Bobô Sergipano como referência do ataque de Petit.


A festa voltou ao Bessa ©Catarina Morais
Eliseu resolve à bomba

A forma como o Boavista iria abordar o desafio cedo se percebeu. Entrosamento ainda não há, qualidade técnica também não abunda e experiência quase não existe no grupo axadrezado, o que se compreende, pois o clube subiu dois degraus de uma época para a outra.

Mas isso não serviu para que Petit se acomodasse numa possível posição de 'coitadinho'. Pelo contrário, o técnico fez face às lacunas compensando com uma excelente organização tática, focada nos pontos fortes do Benfica e minimizando-os quase sempre com grande entrega e sacríficio de todos os jogadores boavisteiros.

É certo que o Boavista não registou um único remate ao longo de toda a primeira parte, mas também não é menos verdade que o Benfica só lá foi através da meia distância.

Por duas vezes, e ambas com Eliseu a ser a figura principal. Se, na primeira, obrigou Daniel Monllor a apertada defesa, na segunda acertou onde queria, já perto do intervalo,com alguma colaboração do guardião boavisteiro algo mal batido dando vantagem algo imerecida e num lance aonde a falta a existir deveria ser a favor do Boavista. 


A registar sobre esse período outras duas situações. Rúben Amorim lesionou-se sozinho e saiu agarrado ao joelho esquerdo, dando o lugar a André Almeida. E Jorge Jesus, já depois do apito de Marco Ferreira, a exceder-se nos protestos e a ser mandado para a bancada - viu a segunda parte ao lado do mítico 'Manuel do Laço'.


Eliseu foi o único a acertar no alvo ©Catarina Morais

 Um Boavista de primeira

A segunda parte trouxe outro filme ao jogo. Claro que marcar é sempre bom, mas o golo do Benfica, antes do descanso, pareceu ter feito mal aos de Jorge Jesus e bem aos boavisteiros.

Atitude totalmente diferente da equipa de Petit, que terá 'bebido' a garra que costumava ser imagem de marca do antigo médio,subindo as suas linhas e encostando o Benfica as Cordas nos primeiros 15 minutos do segundo tempo. Não deu para mais, é certo, mas deu para estremecer muito um Benfica inconstante, inseguro e incapaz de ter bola no miolo.

Jesus ainda tentou compensar, metendo Ola John e passando Gaitán para o meio, só que nem isso foi suficiente para que a segurança encarnada prevalecesse. O Boavista, é certo, também não conseguiu criar muitas oportunidades de golo,com dois golos anulados a Brito e a Christian Pouga que pelo menos um deixa muitas dúvidas mas, com um pouco mais de astúcia, poderia ter conseguido outro tipo de resultado,talvez o empate fosse o resultado mais justo.

Perto do fim, Bobô Sergipano tentou marcar com a mão e viu o segundo cartão amarelo, numa altura em que a sua equipa ia assustanto o SL Benfica. 


Para o Benfica chegou o golo de Eliseu, mas ficaram também muitas preocupações. A uma semana do dérbi, Jorge Jesus tem muito trabalho a fazer. Até porque o xadrez de Marco Silva tem outro tipo de peças.

Uma Equipa Axadrezada que melhora jornada após jornada e continuamos a dizer que temos equipa para lutar pela manutenção.

Nesta duas jornadas tivemos melhoras, tivemos os árbitros e toda a gente a deitar-nos abaixo vamos ser fortes até ao fim e iremos resistir, na primeira jornada 2 golos irregulares, agora dois golos anulados ao Boavista FC com muitas dúvidas e o golo encarnado precedido de falta a favor dos axadrezados.

Na Próxima Semana o Boavista FC desloca-se a Vila do Conde,em encontro referente a 3ºJornada para defrontar o Rio Ave jogo que se disputa na 2ºFeira dia 1 de Setembro as 20h.

sexta-feira, 22 de Agosto de 2014

Antevisão Boavista FC-SL Benfica





BOAVISTA FC- SL BENFICA

ESTÁDIO DO BESSA SÉCULO XXI
PRIMEIRA LIGA PORTUGUESA 2014-2015
2ºJORNADA
DOMINGO 24 DE AGOSTO DE 2014
19H30M

APOIA O BOAVISTA NO SEU ESTÁDIO NO REGRESSO DO BESSA XXI A PRIMEIRA LIGA!

terça-feira, 19 de Agosto de 2014

Brito Recuperável Para o Benfica


O atacante cabo-verdiano deverá ser reintegrado amanhã, quando Petit der início à preparação da segunda jornada.
O extremo boavisteiro Brito, que falhou o jogo de Braga devido a uma lesão num joelho contraída no último ensaio da pré-época, com o Gondomar, é dado como recuperável para a receção ao Benfica.

O atacante cabo-verdiano deverá ser reintegrado amanhã, quando Petit der início à preparação da segunda jornada. Ontem, o treino foi de recuperação para o onze que perdeu em Braga.

segunda-feira, 18 de Agosto de 2014

Preços dos Bilhetes Boavista FC-SL Benfica

BOAVISTA FC – SL BENFICA
PRIMEIRA LIGA PORTUGUESADIA 24 DE AGOSTO ÀS 19:30

Preços dos bilhetes:
Sócios:
Nascente Nível 1- 5€*
Topo Sul Nível 1 - 5€*
Poente Nível 1 - Associados com Lugar Cativo Época 2014/2015*
Público:
Bancada Norte Nível 1- 30€
Bancada Norte Nível 2 - 25€
Tribuna VIP: 60€

Todos os associados deverão vir munidos com o bilhete para o referido encontro ou cartão temporada. Deverão ainda, fazer-se acompanhar, também, do Cartão de Associado e Bilhete de identidade ou cartão de cidadão ou outro documento identificativo com fotografia (passaporte ou carta de condução)
Excepcionalmente, cada associado terá direito a comprar um bilhete de público a 25€ para um acompanhante, desde que munido de um cachecol ou adereço do Boavista Futebol Clube.
Os bilhetes estarão à venda, na secretaria do Boavista Futebol Clube, a partir de quarta feira, dia 13 de Agosto.
Pedimos a todos os Associados e demais interessados que adquiram os bilhetes, para o referido jogo, com a devida antecedência, evitando assim desnecessárias demoras no dia do jogo.
Um vez que se trata do primeiro jogo disputado no Estádio do Bessa na Primeira Liga, desde há algum tempo, solicitamos antecipadamente a sua compreensão para qualquer eventual falha ou lapso, que tentaremos evitar.
EXTENSÃO EXCEPCIONAL DA CAMPANHA DE SÓCIOS ATÉ24 DE AGOSTO.
Apelamos também à máxima adesão à Campanha de Sócios em vigor, cuja data limite é, conforme já noticiado, o dia 24 de Agosto, bem como à renovação das quotas de Associado, aquisição de Cativos, Camarotes, camisolas e adereços oficiais na Secretaria e Relações Públicas do Clube.
Serão apenas aceites inscrições/condições especiais a associados com quotas em atraso. Para novos sócios, a inscrição será aceite apenas para quem adquira a quota anual, camarote ou lugar cativo na Bancada Poente.

domingo, 17 de Agosto de 2014

Xadrez Perde no Regresso a 1ºLiga Num Resultado Exagerado

SC BRAGA - 3 BOAVISTA FC - 0
Primeira Liga 1ºJornada
 17 De Agosto de 2014 - 19H00 Horas
 Estádio Municipal de Braga/Estádio Axa 
 Árbitro :Vasco Santos(A.F.Porto)



GR:Stanislav Kritciuk                        GR:Daniel Monllor
 DD:Marcelo Goiano                 DD:João Dias
 DC:Aderlan Santos                       DC:Fábio Ervões
DC:André Pinto                             DC:Lucas Rocha
DE:Tiago Gomes                                 DE:Anderson Correia
MC:Custódio                 MC:Idrís Mandiang(Diego Lima 52')
MC:Rúben Micael(Luiz Carlos 73')          MC:Bernardo Tengarrinha
MC:Pedro Tiba                                 MC:Brayan Beckles
ED:Alan(Felipe Pardo 65')     EE:Júlian Montenegro(Miguel Cid 84')
EE:Rafa Silva                                             ED:José Manuel(Lamine Yoro 60')
PL:Éder(José Luís 84')     PL:Bobô

Treinador:Sérgio Conceição                 Treinador: Petit

 Cartões Amarelos:Idrís 32',Fábio Ervões 43',Diego Lima 53',José Manuel 54',Rúben Micael 55'.

Cartões Vermelhos: Fábio Ervões 82'

Golos:Pedro Tiba 1',Rúben Micael 46' e Éder 83'(G.P.)

Momento Histórico para o Boavista FC. Arraial axadrezado montado nas imediações do Estádio Municipal de Braga/Estádio Axa, bandeiras pretas e brancas ao vento num ato de enorme simbolismo a mostrar ao mundo do futebol que o clube do Bessa está de novo entre os grandes, e sobretudo que não morreu para tristeza de muitos.


O regresso, seis anos depois do caso «Apito Final», que atirou os boavisteiros para divisões secundárias, não foi o desejado. Três bolas a zero, a favor do Sp. Braga, com um golo logo no primeiro minuto por Pedro Tiba com a ajuda da mão que o assistente ignorou ,o jogador axadrezado Júlian Montenegro durante a primeira parte é agarrado dentro da área como o juiz da partida a fazer vista grossa, penalti claríssimo que o árbitro deixou passar,na segunda parte Rúben Micael fez o 2-0 quando o SC Braga nada tinha feito para o merecer, e por fim o 3-0 e a expulsão de Fábio Ervões numa penalti que a falta é cometida fora da área fizeram a nação boavisteira descer à terra e perceber que o caminho a percorrer pelos homens de Petit será longo e árduo mas que tem bases e equipa para fazer um bom campeonato, com uma equipa totalmente nova e ainda a entrosar-se, mesmo assim saímos de Braga com a cabeça bem levantada, fizemos um jogo com qualidade, ganhamos sobretudo uma equipa, controlamos o jogo,na primeira parte e em alguns períodos do segundo tempo fomos superiores ao SC Braga,não é qualquer equipa que ira fazer o que nós fizemos em Braga, mais uma vez e saberíamos que iria acontecer o juiz da partida teve desde logo uma dualidade de critérios impressionante a amarelar jogadores axadrezados, expulsando Fábio Ervões, quando em faltas idênticas nem falta marcava ou mais grave ainda nem amarelo mostrava aos jogadores bracarenses, em suma um resultado exagerado e muito enganador, o SC Braga praticamente fez três remates a baliza boavisteira e fez três golos, os axadrezados tiveram oportunidade para marcar através de um remate de Brayan Beckles que embateu num defesa Bracarense e poderia ter empatado o jogo ainda na primeira-parte face ao que se passou em campo, estamos de volta e para ficar, o SC Braga acaba por ser um vencedor digno que aproveitou as poucas oportunidades que teve para marcar, quanto ao Boavista FC foi a Braga mostrar que têm equipa para lutar para a manutenção.


Mas, num dia como este, o resultado até nem será o mais importante. O sentimento axadrezado e as garras da pantera voltaram a afiar-se. De entre os 12838 adeptos presentes no Estádio Axa, mais de mil eram afetos ao Boavista FC. Nada que surpreenda, visto a imensa massa associativa axadrezada que nunca deixou e nunca deixará de apoiar este clube nem o deixará morrer.

Durante o jogo fizeram-se ouvir, fizeram jus ao seu ego e alguns com a emoção deixaram cair lágrimas do rosto durante estes 6 anos de injustiça e lembraram a viva voz: «Campeões, campeões, já fomos campeões» relembraram os axadrezados num tom de rivalidade com os Guerreiros do Minho. De resto, a palavra mais ouvida dos boavisteiros foi mesmo «campeões». Por diversas vezes gritaram «o campeão voltou», para relembrar a muita boa gente que o Boavista FC um dia voltara a ser o mesmo, para já o nosso objectivo desta época será a manutenção. 

No final do encontro, Petit agradeceu a presença dos adeptos e prometeu um Boavista a lutar para ficar entre os grandes: «Quero dar os parabéns aos adeptos que estiveram aqui e que nos apoiaram. Digo-lhes que o Boavista está aqui para ficar».




Na próxima jornada o Boavista FC receberá o SL Benfica no Estádio do Bessa Século XXI em encontro da 2ºJornada da Primeira Liga.

Saudações Axadrezadas.

sexta-feira, 15 de Agosto de 2014

Antevisão SC Braga-Boavista FC






SC BRAGA - BOAVISTA FC
ESTÁDIO AXA EM BRAGA


PRIMEIRA LIGA PROFISSIONAL DE FUTEBOL
ÉPOCA 2014-2015
DOMINGO 17 DE AGOSTO DE 2014
19 HORAS

DE REGRESSO AO NOSSO LUGAR POR DIREITO!

UM DIA MUITO ESPECIAL PARA TODOS OS BOAVISTEIROS!

A SEGUNDA MAIOR ALEGRIA A SEGUIR AO TÍTULO NACIONAL DE 2000/2001!

VAMOS MÁGICO XADREZ É PARA COMEÇAR A VENCER!

segunda-feira, 11 de Agosto de 2014

Petit Em Entrevista ao Sapo Desporto



Petit conversou com o SAPO Desporto sobre as hipóteses do Boavista no regresso ao primeiro escalão.


Por Gaspar Castro sapodesporto@sapo.pt
Petit é um nome bem conhecido no futebol português e nem os anos passados a comandar o Boavista nos escalões inferiores lhe retiraram o mediatismo. Com o tão ansiado retorno à Primeira Liga, o antigo jogador da seleção portuguesa terá o grande teste da sua carreira como treinador.
Em entrevista ao SAPO Desporto depois do jogo de apresentação aos sócios, Petit abordou as esperanças dos "axadrezados" para a nova época, a construção de um plantel renovado e a forte ligação emocional ao clube do Bessa.

SAPO Desporto: O Boavista regressa à Primeira Liga depois de seis anos em divisões inferiores. A equipa vai competir em pé de igualdade com os outros clubes?
Petit: É claro que vai competir, estamos na Primeira Liga, sabemos aquilo que queremos. Sabemos das dificuldades que vamos apanhar, mas temos um grupo motivado, que quer aparecer, que quer mostrar que tem valor para se afirmar na Primeira Liga. Estamos todos ansiosos para que comece o campeonato.
SD: Apontou a permanência como objetivo principal. Pelo que tem visto nos treinos e nos jogos, isso será possível?
P: Acredito que sim. Temos melhorado, estamos há quatro semanas a trabalhar juntos. Temos vários jogadores de várias nacionalidades, que têm chegado agora, aos quais temos passado a mensagem do que é o Boavista, do que é a mística do Boavista e do que é o futebol português. De dia para dia, eles estão-se a conhecer melhor, estão a trabalhar melhor, e estamos esperançados em fazer um bom campeonato e um bom futuro para estes jogadores também.
SD: Vai ter umas primeiras jornadas de fogo, com uma ida a Braga, uma receção ao Benfica e pouco depois uma ida ao Dragão. Como vai abordar essas partidas? Será possível pontuar?
P: Eu acho que é uma motivação extra. Temos de jogar com todas as equipas e para os meus jogadores é uma motivação. Para os jogadores, para a equipa técnica, para todos nós. Tínhamos de os defrontar em qualquer jornada. Sabemos que temos um início de campeonato difícil, mas vamos estar preparados, motivados e ansiosos.
SD: Houve muitas entradas no plantel. Como está a correr o entrosamento entre os jogadores?
P: É claro que não se pode fazer uma equipa em quatro semanas. Temos de dar tempo, mas também não vamos ter muito tempo para preparar essa equipa como queríamos. São muitos jogadores novos, de várias nacionalidades, mas acredito que a equipa vai estar preparada.
SD: Fez toda a sua carreira como treinador no Boavista. É amor ao clube?
P: Sim, é um clube que me diz muito. Formei-me aqui como jogador, como homem. Cheguei aqui com 9 anos, saí com 26 e deixei aqui muitas amizades. Deixei pessoas com que conquistei muitas alegrias aqui e sinto que é o clube do meu coração.
SD: O Petit fez parte da equipa que venceu o campeonato em 2001. Algum dia será possível repetir um feito histórico desse género?
P: Nós queremos fazer parte de uma história. O Boavista passou por seis anos nas divisões inferiores e nós, tanto jogadores como equipa técnica e a própria estrutura, queremos fazer história. Sabemos que preparar as coisas leva o seu tempo, mas acredito que o Boavista vem para ficar, para se tornar forte e, quem sabe, um dia voltar a ser o que era.
SD: Nestes seis anos, o que é que acha que mudou no primeiro escalão do futebol português?
P: Há treinadores mais jovens, com outras mentalidades. É um campeonato mais competitivo, com muita qualidade, mas eu também me quero afirmar na Primeira Liga. Quero ajudar o Boavista, tal como o Boavista me está a ajudar. É uma comunhão muito boa entre mim e o clube.
SD: Há alguma equipa que aponte como favorita ao título?
P: É sempre subjetivo estar a analisar as pré-temporadas. Acredito que cada treinador tem as suas filosofias em termos de pré-época, mas acho que os três candidatos são sempre o FC Porto, o Sporting e o Benfica.

sábado, 9 de Agosto de 2014

Boavista FC Vence Gondomar SC no último Jogo de Preparação Antes do Inicio da 1ºLiga

BOAVISTA FC-1 GONDOMAR SC-0 

O Boavista FC alinhou com :Mika(Mamadou Ba)(Daniel Monllor),Pedro Costa(João Dias),Carlos Santos(Fábio Ervões),Lucas Silva(Philippe Sampaio),Afonso Figueiredo(Anderson Correia),Anderson Carvalho,Idrís,Bryan Beckles(Bernardo Tengarrinha),Ancelmo Júnior(Diego Lima),Brito(Bobô)(Fary),Júlian Montenegro(Yoro) e Christian Pouga(José Manuel)

Golo: Cristian Pouga 21'.


O Boavista recebeu e venceu este sábado em casa o Gondomar, por 1-0, naquele que foi o seu 11.º e último jogo de preparação para a nova época futebolística.

O único golo da partida foi apontado por Pouga, aos 21 minutos, golo que deu a vitória à equipa boavisteira.

Os axadrezados somaram a quinta vitória da pré-epoca, tendo empatado três encontros e perdido outros tantos.

O Boavista regressa este ano à I Liga, após seis anos de ausência forçada. Na primeira jornada, a equipa do Bessa joga fora com o Sp. Braga, dia 17, às 19:00...


sexta-feira, 8 de Agosto de 2014

Preços do Bilhetes 1ºLiga SC Braga - Boavista FC



Os bilhetes vão estar à venda a partir de 7 de agosto, nos locais habituais.

Preços:
  • Sócios com Lugar Anual – ENTRADA GRATUITA
  • Sócios (bancada inferior) – 5€
  • Sócios (Bancada superior) – 4€
  • Sócios Sub 14 – 1€
  • Público (lateral) – 8€
  • Público (central) - 15€